As 5 maiores ciladas espirituais

de 29/03/21 em Feng Shui da Vida Real

Mudar seus gostos e hábitos para se encaixar num padrão

Não existe um manual que diz que roupa você precisa usar, que músicas precisa ouvir ou que lugares precisa frequentar para trilhar uma sincera jornada espiritual.

Eu, por exemplo, amo heavy metal. Sempre gostei e continuo ouvindo. Inclusive medito com algumas músicas. 

Não abandone seus gostos apenas para se encaixar num padrão fictício, num esterótipo. Uma pessoa que busca evoluir não precisar ouvir mantras, usar bata e viver sentada no chão com as pernas cruzadas, por exemplo.

Isso me lembra aquelas pessoas que vestem roupa preta, fazem chifrinhos com as mãos e mostram a língua quando vão a um show de rock, só porque é o ‘que todo mundo está fazendo’. É bobo e não gera frutos.

Achar que você é melhor do que os outros

Muito comum encontrar gente assim. Que acha que evoluir significa que está se tornando melhor do que quem, teoricamente, não está trilhando o mesmo caminho.

Essa ideia que vai na direção oposta do que significa evoluir espiritualmente. Tudo o que caminha na direção de criar mais separação e julgamento é apenas um jogo do ego.

Pensar que suas conquistas são eternas

As conquistas feitas durante a sua jornada precisam ser alimentadas e exercitadas. O que está no físico e o que está em outros planos mais sutis precisam ser tratados da mesma maneira. Uma pessoa não mantém os músculos a vida inteira se parar de malhar. O mesmo com as conquistas espirituais. 

Usar informação para justificar seus erros

Muito frequente encontrar pessoas que justificam a grosseria nas palavras como uma característica inerente ao signo solar, que continuam a tratar mal alguém da família porque é questão mal resolvida de outra vida, que culpam os outros pelas suas falhas já que eestava escrito no mapa astral. Uma infinidade de bobagens que só servem para continuar alimentando uma false ideia de evolução e, pior, continuar causando mais sofrimento aos outros.

Parar de tomar atitudes práticas

Curiosamente muita gente ainda acha que basta meditar, fazer um retiro, usar um mala, rezar e pronto: que tudo será resolvido. Para um relacionamento dar certo, é preciso ter um papel ativo nessa relação. Para se dar bem no trabalho, é preciso se dedicar a ele. Para qualquer coisa, é preciso fazer algo. A verdadeira espiritualidade é expressada nas atitudes que uma pessoa toma no mundo, na vida real. Reze, medite, cante mantras, faça retiros. Depois volte ao mundo e faça a sua parte!

Comente aqui!

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado. Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui.